Como valorizar o olhar através de procedimentos simples

Cirurgiã plástica, Fabiane Pagnussatt explica como trazer naturalidade e jovialidade à face

Um olhar fala mais que muitas palavras, e manter essa região jovial e com aparência saudável exige cuidados. Com 22 anos de experiência e formação em medicina e cirurgia plástica, a especialista em face, Fabiane Pagnussatt (CRM PR 15060 / RQE 11447) explica que o envelhecimento da região dos olhos é determinado principalmente pela genética, mas é possível atuar na prevenção evitando a exposição solar, usando bons cremes diariamente e protetor solar. A toxina botulínica também tem efeito importante na prevenção e tratamento das rugas dessa área.
Quem nunca se deparou com expressões como “olhar cansado”, “olhar abatido”, ou notou nas pessoas olheiras marcantes ou a famosa ‘bolsa nos olhos’. Para esta última a indicação é cirurgia, mas as olheiras são facilmente tratadas com ácido hialurônico.
Fabiane pontua que a região dos olhos ocupa uma posição de destaque na face, influenciando muito na aparência, na jovialidade, na expressão e muitas vezes o excesso de pálpebras acarreta em uma sensação de peso ao final do dia. “Alguns problemas comuns nessa região são as olheiras e o excesso de pele, seja somente superior ou também inferior”, acrescenta.
Especialista em naturalização e jovialidade da face, Fabiane atua conforme a necessidade da paciente, desde a cirurgia das pálpebras, a restauração e definição dos contornos faciais com naturalidade, e a aplicação de toxina botulínica. “São procedimentos que se complementam e que bem executados, oferecem resultados excelentes, postergando, ou mesmo evitando a necessidade do lifting facial”, diz.
Já para quem sofre com olheiras, elas respondem muito bem ao preenchimento com ácido hialurônico. “Alguns procedimentos têm resultados imediatos, como os preenchedores. A toxina botulínica leva de sete a quinze dias para efeito total. A cirurgia de pálpebras exige poucos cuidados no pós-operatório, com a retirada precoce dos pontos entre 3 a 5 dias. O resultado aparece com cerca de trinta dias e evolui melhorando por alguns meses”, complementa a cirurgiã.
Para avaliar se há alguma contraindicação a qualquer desses procedimentos a paciente deve ser avaliada previamente. O efeito da toxina dura de 3 a 6 meses. Já um ácido hialurônico de boa qualidade pode durar mais de dois anos. O resultado da cirurgia de pálpebras depende da genética e da propensão a criar pele ou bolsas novamente e alguns pacientes vão realizar essa cirurgia uma segunda vez durante a vida.
Quanto a idade para começar os procedimentos, Fabiane explica que depende mais da genética do que da faixa etária. “Há procedimentos já indicados quando jovem, como os preenchimentos e correções de sulcos e rugas, como botox, e outros, como a cirurgia das pálpebras, que são mais procurados após os quarenta anos de idade. A cirurgia palpebral pode ser realizada em idosos, desde que devidamente avaliados”, adverte.
Embora a cada ano a procura masculina por procedimentos aumente, cerca de 80% das pacientes são mulheres. “O mundo mudou e aquela ideia antiga de que esses procedimentos são apenas vaidade, vêm sendo substituídos pela importância da autoestima em todos os níveis da vida”.
– Quando conseguimos conciliar o exterior com o interior da pessoa resultando em aumento da autoestima, isso se reflete em todos os setores da vida. A pessoa de bem com sua aparência apresenta melhor desempenho nas mais diversas áreas. Comprovo isso no dia a dia do consultório. É um trabalho realmente gratificante.

Sobre Fabiane Meurer

Fabiane Meurer Pagnussatt (CRM PR 15060 / RQE 11447) se formou em Medicina em 1995 pela Universidade Federal do Paraná em Curitiba e em Cirurgia Geral, pela PUC de Curitiba. Em 2001 se formou como Cirurgiã Plástica na Universidade Federal do Paraná.
Sempre teve um lado sensível às artes e boa noção de harmonia e beleza o que a levou a se identificar profundamente com a cirurgia plástica.
Para ela a profissão corresponde a lapidar o ser humano, como uma escultura, corrigindo defeitos originados pelo tempo, pela genética e trazendo a valorização da autoestima, que junto com a saúde estão entre os maiores bens de uma pessoa.
Por cerca de dez anos se dedicou a cirurgia plástica em geral, tanto corporal, quanto facial, e nos últimos doze anos atua totalmente com a face, área pela qual se apaixonou.
Atua na Clínica Clóvis Floriani, na Rua 2950, 138, sala 02, Edifício São Bernardo, Centro, Balneário Camboriú. Contato: 45 99822-3366.

Fotos: Ohana Simas

Compartilhe:

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Anúncio

Colunistas