Realização do sonho da avó materna de ter um banheiro bonito marca a estreia de Giovanna Ghisleni na CASACOR SC

Referências como cesta de tricô, toalhinha de crochê, plantas e uma foto que é a única imagem existente da Vô Manoela marcam a estreia da arquiteta catarinense Giovanna Ghisleni na CASACOR SC. O projeto do banheiro de uso comum da mostra é a realização do sonho da avó materna de Giovanna que sempre quis ter um banheiro bonito. Artes e memórias afetivas compõem o ambiente que promete ser tão emocional quanto funcional.


Giovanna não chegou a conhecer a avó materna, a Vó Manoela, que faleceu em 1984, antes que ela nascesse. Mas, ela sempre soube que era um sonho da matriarca, que levou uma vida humilde no Rio Grande do Sul, ter um banheiro bonito. E ela tinha bom gosto, fez o próprio vestido de noiva. Quase quatro décadas depois da partida da vô, a agora arquiteta Giovana Ghisleni realiza este sonho ao assinar o banheiro de uso do público da CASACOR SC Florianópolis 2023, o banheiro “Vó Manoela”. “Sempre ouvi histórias inspiradoras da minha avó materna, uma mulher forte, criativa e muito conectada à natureza e à arte, por isso, espero que este projeto seja a realização do sonho dela”, define Giovanna sobre a inspiração para o seu projeto de estreia na mostra que acontecer de 16 de setembro a 29 de outubro no hotel Maria do Mar.

O projeto arquitetônico de 35m² do banheiro Vô Manoela se sustenta em três elementos: a cor verde, cubas belle époque e uma penteadeira desenhada especialmente para a homenageada. “Com o verde eu busquei representar o amor que minha avó tinha pelas plantas, a cuba nos dá a noção de passado e a penteadeira eu desenhei especialmente pra ela, que me inspirou a usar lâmina madeirada, gavetas, espelho redondo e pés em laca na cor amarela, elegante e charmosa, mas vibrante”, derrete-se Giovanna ao citar as referências técnicas do projeto. Mas, o banheiro Vô Manoela vai além de azulejo, louças e papel de parede. São os detalhes afetivos que trazem o ambiente para o aconchego de casa de vó.

O banheiro Vô Manoela, que tem em toda sua área um piso impactante em tons de verde da coleção Retrô, lançamento da Ceusa, é subdividido em quatro áreas que contam o que Giovanna sabe sobre sua avó. No hall de entrada fica a penteadeira projetada especialmente para ela e, acima, está uma das peças fundamentais na decoração, uma cópia da foto que é o único registro de imagem existente da Vó Manoela, a qual fica do lado de uma imagem de Santa Rita de Cássia, a quem ela sempre foi devota. Um cabide de madeira e um cesto com os utensílios de tricô, uma das habilidades artísticas da avó, completam este cenário.

Numa segunda área, ainda no hall, uma tela em L pintada com arte monocromática em branco com branco pela artista Isabela Teixeira, a Bela, divide espaço com fotografias antigas em preto e branco do hotel Maria do Mar, o icônico local da CASACOR SC Florianópolis 2023. Esta parede guarda o “banheiro branco”. Trata-se do banheiro PNE, totalmente plotado com uma arte branco no branco assinada também pela Bela, onde detalhes em madeira, um espelho com design orgânico desenhado por Geovanna e plantas compõem o ambiente que impressiona. “O banheiro branco é simples, elegante e traz atemporalidade”, resume Giovanna sobre o projeto que ela considera uma obra de arte feita para sua avó.

No terceiro ambiente, pintado no degradê de verde até o branco, estão as cubas no estilo Belle Époque da DECA com torneiras cromadas Duna, também da Deca, unindo o passado e o presente da marca, e remetendo a um banheiro do tempo da sua avó com ares contemporâneos. Ao fundo das cubas, está um painel ripado preto e mais plantas, claro. Nesta área mais fotos em preto e branco do hotel Maria do Mar dividem espaço com a frase de Giovanna:” Conectar-se com o lar é uma forma de honrar nossas raízes” escrita de trás pra frente na parede de forma que possa ser lida corretamente pelo espelho enquanto lava-se as mãos.

No quarto ambiente estão as áreas dos banheiros masculino e feminino com sanitários, também com paredes pintadas na simplicidade do degradê do verde ao branco. Numa parede preta uma uma caixa de acrílico na parede com fundo branco com branco guarda relíquias da bisavó da artista Bela, paninhos de crochê bordados a mão. Esta é outra referência às habilidades manuais da vó Manuela. Espelho orgânico desenhado por Geovanna e mais plantas dão acabamento aos ambientes.

“Esta é a minha estreia em CASACOR, e eu sei que tudo o que eu me tornei até aqui, em partes tem a participação da minha avó, que foi quem educou a minha mãe e fez o amor pela arte chegar até mim. Cada detalhe deste banheiro foi pensado nela, é a prova de que nenhum sonho pode se perder no tempo”, resume Giovanna sobre seu projeto na CASACOR SC 2023 que é, na verdade, mais apresenta mais que a arquitetura física, mas uma metafórica arquitetura humana que perpetuam famílias e seus sonhos por gerações.

Sobre Giovanna

Giovanna é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL, com pós-graduação em Marketing Estratégico (UNISUL) e Design de Interiores (IPOG). É especialista e consultora em designer de interiores para quartos infantis com abordagem montessoriana.

Como currículo, teve logo no início da sua formação, que aconteceu em 2016, o desafio de participar de um grande projeto de sua família, a construção do Hotel Intercity Portofino Florianópolis, localizado na SC 401.

Giovanna também apresenta o podcast “Cast da Gio” onde entrevista profissionais de diversas áreas sempre envolvendo perguntas sobre o quarto de criança dos entrevistados remetendo a boas lembranças e conectando à sua especialidade, quartos infantis.

As fotos do ambiente são de Giovanna Ghisleni
As fotos de Giovanna Ghisleni são de Carlos Alves

Compartilhe:

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Anúncio

Colunistas